Cursos na área dos Cuidados Infantis e Geriátricos »

Liliana Motocu consegue emprego como Auxiliar de Educação Infantil

Partilhar: 
 
Liliana Motocu - Curso Auxiliar Educaçao Infantil

 

"O que aprendi com o curso vai ajudar-me muito."

 

Foi desde muito cedo que Liliana Motocu descobriu que a sua vocação é cuidar de crianças. Lidar com bebés e crianças, poder participar nas suas atividades e contribuir para o seu crescimento é algo que sempre quis fazer. Encontrar trabalho na área é que era a tarefa mais difícil porque não tinha formação e as entrevistas de emprego não tinham o sucesso que gostaria.

Aos 51 anos, Liliana não se deu por vencida e procurou um curso que lhe permitisse fazer o que tanto gosta e contactou a Master D Lisboa.

Quando começou o curso de Auxiliar de Educação Infantil e Babysitting interessou-se muito pelos temas que teria de estudar, mas teve de fazer frente a alguns desafios porque estava a trabalhar ao mesmo tempo que fazia a formação.

Liliana deu-nos o seu testemunho antes de ter conseguido tudo o que tanto procurava: estágio, na Escola Básica Dr. Sanches de Brito, e depois o seu emprego, mas hoje pode dizer que é Auxiliar de Educação Infantil.

 

 

Opinião sobre o Curso de Auxiliar de Educação Infantil

 

Porque optou pelo curso de Auxiliar de Educação Infantil e Babysitting?

Sou natural da Roménia mas estou em Portugal há 18 anos e sempre trabalhei como empregada doméstica. Sempre quis trabalhar com crianças mas nunca consegui obter emprego na área porque me faltava a formação necessária. O curso que tirei na Master D permitiu-me continuar a trabalhar, porque a maioria é feito à distância, online. 

 

Como se sentia antes de iniciar a sua formação na Master D?

Antes de começar tive receio de não conseguir fazer o curso porque não tinha muitos conhecimentos de informática e não estava habituada a trabalhar tanto no computador. No entanto, o curso está muito bem organizado e a plataforma onde está todo o conteúdo programático é de fácil acesso.

 

Sentiu-se apoiada e acompanhada durante o curso? 

Os preparadores estão sempre disponíveis para nos ajudar com tudo e dão-nos muita força e motivação para que consigamos acabar o curso. Sempre que tinha uma dúvida ou que não sabia como fazer alguma coisa tinha sempre apoio da Master D, o que me ajudou muito a ultrapassar todas as barreiras com a língua e com o facto de ser um curso online. 

 

Como se sente depois de terminar o curso?

Agora sinto-me preparada e muito mais confiante para procurar trabalho nesta área porque sei que o que aprendi com o curso me vai ajudar muito. Além disso, continuo a ter o apoio da Master D para procurar trabalho, o que é muito importante para quem não tem conhecimentos na área.

 

O que gostaria de dizer a quem pretende iniciar uma formação na Master D? Que conselhos que gostava de dar?

Acho que qualquer pessoa que queira investir na sua formação deve procurar a Master D porque com a sua equipa é possível e todos poderemos realizar os nossos sonhos independentemente das nossas dificuldades.

 

Muitos parabéns, Liliana! E que muitos mais sucessos aconteçam.

 

Saídas profissionais do Curso de Auxiliar de Educação Infantil e Babysitting

 

Para quem ambiciona trabalhar com crianças doa 0 aos 12 anos, mas ainda não tem um curso que o permita responder às ofertas de emprego, o Curso de Auxiliar de Educação Infantil e Babysitting é uma excelente opção. Este curso pode ainda ser frequentado por profissionais da área que queiram reciclar os seus conhecimentos ou também por pais que procurem conhecer técnicas para cuidar dos filhos.

Com este curso, poderá trabalhar em assistência social, apoio domiciliário, escolas, creches, ateliês de tempos livres, jardins-de-infância, entre outros locais destinados aos cuidados infantis.

Possíveis funções a desempenhar:

  • Auxiliar de Educação Infantil;
  • Auxiliar de Serviços Gerais;
  • Animador Infantil;
  • Babysitter;
  • Monitor;
  • Ama.

A formação de Auxiliar de Educação Infantil e Babysitting inclui ainda o Curso de Suporte Básico de Vida Pediátrico.

 

 
 
Avalie esta notícia:
 
 
 

Novo comentário: